terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Review Rolling Stone


E ainda bem que nos vão alimentando... há dias que eu acho que não vou aguentar mais sem o novo CD... A MAIOR revista de música da actualidade "Rolling Stone" Fez uma review de algumas músicas de BTW, e isto promete, gente...

"Judas" - Actualmente agendado como segundo single do álbum, "Judas" é um clássico do pop explosivo de Lady Gaga, com três grande partes, uma enorme parada house music com parte vocal que pede emprestado um pouco da distintiva cadência de Rihanna. Gaga já escreveu sobre apaixonar-se pelos rapazes errados em "Love Game" e "Bad Romance", mas desta vez ela é menos obscura e dramática. Há uma doçura borbulhante na sua voz enquanto canta"I'm just a horny fool / baby it's so cool / I'm still in love with Judas, baby."
"Edge of Glory" - Esta faixa é louca -- uma sólida e poderosa balada com pesadas batidas de discoteca que conta com a participação de Clarence Clemons da E Street Band no saxofone (Clemons toca também em "Hair") -- mas de alguma forma tudo soa totalmente natural quando ouvido. Há um elemento de piroseira na música, mas é absolutamente cativante e incrivelmente atraente. Se alguma destas músicas novas da Gaga, terá hipóteses de ser um grande sucesso, será esta. A participação dos Clemons é um toque inspirador, que amplifica a sensação rock dos anos '80 inerente na música. Mas a sua actuação na faixa é fantástica, entre as suas melhores da sua carreira.
"Scheiße" - Uma versão remix desta múscia foi usada recentemente numa passagem de modelos para o estilista Thierry Mugler. A versão no álbum não tem o mesmo sabor de discoteca hardcore europeia, mas é definitivamente uma batida com maior probabilidade de trazer de volta recordações do passado - músicas de dança dos anos '90 por C&C Music Factory, Snap e RuPaul. A abertura da música -- no qual ela categoricamente entoa "I don't speak German, but I can if you like" -- é feroz, mas a música está salva por soar muito vagamente ao refrão de "Eye of the Tiger" dos Survivor.
"Hair" - "Hair" é mais uma música inspiradora da mesma forma que "Born This Way", mas um pouco mais estranha, misturando o melodramático romance de "We Belong" de Pat Benetar com o metal forte e industrial da era de "Broken" dos Nine Inch Nails. As letras são essencialmente sobre agarrarmos o nosso penteado como a derradeira forma de auto-expressão, onde no seu auge, Gaga declara "I am my hair!" acompanhada por um gigantesco coro. Um hino para salões de cabeleireiros em todo o lado.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Cabeçalho Novo!!!

E já é o segundo! (vergonha, não consigo fazer nada sozinha...) Devo um obrigada ENORME à Anna pelo tempo perdido com o raio dos cabeçalhos que eu não consigo fazer nem por nada... Obrigada por Everything, fofa, e gracias pelo post!! @

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Grammys. Love. Monster.



3 Grammys, Performance do outro mundo (literalmente), entrada OMFG... Só Uma pessoa consegue isto tudo, e essa pessoa é a nossa Mother Monster, Nunca tive tanto orgulho de Adorar que eu adoro como nos ultimos tempos. Hoje faço 1 aninho que sou uma Little Monster, é pouco, bem sei, mas é o início de uma longa etapa que definitivamente me ajudou a crescer de muitas maneiras... Amor à primeira vista.
ILY Mother Monster @

domingo, 13 de fevereiro de 2011

BORN THIS WAY!!!!

Meus amores, estão neste momento a presenciar o futuro da música POP, a razão de viver de muitos Little Monsters...

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Ups...

Apercebi-me a pouco tempo (não tenho tido muito...) que o vídeo que postei com o remix da música nova da Gaga, não tem som... Fui directamente à fonte e descobri que o vídeo não està mais disponível devido à violação dos direitos de autor. Por isso, para não me meter em chatices, aqui têm um Link para acederem a um vídeo no youtube, com a música xD